Três são presos e drogas são apreendidas em festa clandestina em Alpinópolis

Durante operação batida policial as equipes da PM de Alpinópolis e São José da Barra deslocaram-se até uma chácara na zona rural alpinopolense, na comunidade da Casca D’Anta. Chegando ao local, os militares constataram que havia, aproximadamente, 30 pessoas aglomeradas com som em volume muito alto. Alguns frequentadores tentaram fugir ao perceberem a presença policial, porém foram contidos.

Os militares determinaram que o som fosse desligado e que os homens se posicionassem separados das mulheres, com as mãos sobre a cabeça, para realização de busca pessoal, o que foi acatado pela maioria.

Apenas um indivíduo, um homem 32 anos, se recusou a obedecer às ordens policiais, além de questionar a todo momento a atuação das autoridades. Os militares insistiram em ordenar para que o mesmo acatasse às determinações e que se posicionasse de costas e com as mãos sobre a cabeça, contudo o homem continuou a desobedecer, motivo pelo qual lhe foi dada voz de prisão.

Ao realizar a abordagem em uma jovem, de 23 anos, foi encontrado um pino de cocaína no bolso de sua calça e ela foi presa em flagrante. Durante a chegada dos PMs, um menor, de 16 anos, correu para um dos quartos, porém foi alcançado por um dos militares, que localizou mais dois pinos de cocaína, sendo que um estava ao lado do adolescente —sobre a cama— e o outro caído no chão.

Em continuidade às buscas, a polícia achou mais um pino com a mesma droga com uma mulher, de 25 anos, que assumiu ser a dona da bolsa onde estava o entorpecente. Uma das pessoas presas na oportunidade, a jovem de 23 anos, se apresentou como organizadora da festa.

O proprietário do imóvel rural, assim como a responsável pela festa, serão multados. O valor ainda será definido, mas varia entre R$ 250 e R$ 5.500 (equivalente a cinco salários mínimos), conforme previsto no Decreto Municipal 4.202/2021, norma que determina medidas de contenção ao coronavírus em Alpinópolis.

Leave a Reply