Tranquilidade marca prova do Enem em Alpinópolis

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), realizado em todo o Brasil neste sábado (3) e domingo (4), foi marcado pela tranqüilidade na cidade de Alpinópolis, apesar de registros (considerados leves) de candidatos atrasados em alguns locais de prova, esquecimento de documentos e inscrições erradas.

Participantes do Enem 2012 em Alpinópolis

Conforme comunicado pelo setor de atendimento à imprensa do Ministério da Educação (MEC), nenhum balanço oficial sobre o concurso seria divulgado já neste domingo, entretanto, a assessoria do Inep adiantou ao Tribuna Alpina que, a princípio, nenhum incidente havia sido verificado em Alpinópolis, que recebeu participantes dos municípios vizinhos de São José da Barra, Carmo do Rio Claro, Bom Jesus da Penha e Nova Resende. As provas foram aplicadas nas escolas D. João VI, D. Indá, Horácio Pereira Damásio, Cônego Vicente Bianchi e Albertino Gonçalves dos Reis.

Segundo informações cedidas por Thales Morais, um dos coordenadores do Enem em Alpinópolis, foram 1.441 inscritos para o exame na cidade e houve um número de abstenções muito alto, algo em torno de 20%. Mais de 150 pessoas foram envolvidas na organização do processo, entre coordenadores, chefes de sala, aplicadores, ledores/transcritores e equipe de apoio.

Movimentação após as provas na E. E. Dona Indá

A PROVA

No sábado os candidatos foram submetidos a responder 90 questões, das quais 45 de ciências humanas e outras 45 de ciências da natureza, durante quatro horas. Neste domingo, segundo dia do exame, a prova teve duração máxima de cinco horas e trinta minutos. Além de 90 questões – 45 de linguagens e códigos e matemática -, os candidatos fizeram uma redação cujo tema foi “O movimento Imigratório para o Brasil no Século XXI”

DEFICIENTES

Bruna contou com atendimento especial

Os participantes que se inscreveram como “deficientes” para realizar o exame no município de Alpinópolis foram apenas 3 . Exclusivamente para realizar atendimento diferenciado a eles, foram disponibilizados 12 apoiadores (4 por participante). Destes inscritos como portadores de deficiência, apenas Bruna Magalhães Vilela, estudante do 3º ano do ensino médio na Escola Estadual D. João VI, apareceu para fazer a prova. Ela elogiou a organização do MEC e disse que foi oferecido todo o suporte solicitado para que tivesse condições de realizar com tranqüilidade a avaliação. “Devido à minha deficiência visual, pedi apenas a prova ampliada no momento da inscrição. Da equipe de apoio que me auxiliou nos 2 dias de exame, recebi todo o suporte necessário. Apesar do nervosismo, acho que me saí bem e estou confiante em um bom resultado”, disse Bruna.

CURIOSIDADE

Como previsto no edital, a prova para alunos sabatistas – que devem guardar o sábado por motivos religiosos – começaria às 19h (depois do pôr do sol) do sábado (3). Mesmo assim, eles deveriam entrar na Escola Estadual Dona Indá (local designado para sabatistas e deficientes realizarem o exame em Alpinópolis) junto com os demais alunos, ou seja, às 13h. Na cidade, foram 8 participantes a se inscreverem nesta modalidade para o Enem 2012, só que nenhum deles era realmente um sabatista. O que ocorreu é que houve confusão na hora da inscrição e estes participantes assim se registraram. Naturalmente, tiveram que seguir as regras para a aplicação da prova de acordo com as determinações do MEC. Por seis horas, 4  candidatos nesta condição (houve desistência dos demais) ficaram confinados antes de realizar o exame, por força do engano no ato da inscrição. A jovem Vanice Cristina de Melo Marques, foi uma a cometer o equívoco e atribuiu a falha à linguagem confusa do edital e também a falta de atenção de sua parte. “No momento da inscrição, me confundi quando cheguei a essa parte e acabei me inscrevendo como sabatista, mesmo sem saber até aquele momento o que significava isso. Não apenas eu, mas os demais companheiros que fizeram a prova na sala junto comigo, também se confundiram e acharam que isso não ficou muito claro no edital. Houve também um telefonema do pessoal do Inep para confirmar a condição de sabatista, mas apenas perguntaram se eu ‘guardava o sábado’. Sem entender direito o que aquilo queria dizer, confirmei ao atendente e acabei sendo registrada desse jeito”, conta bem humorada a estudante.

Os “sabatistas”: Vanice, Cíntia, Maria e Túlio

ENEM CANCELADO

Em relação à hashtag #ENEM2012cancelado, que durante todo o sábado apareceu no topo dos assuntos mais comentados no Brasil, na rede social Twitter, o Inep desmentiu que haja qualquer possibilidade de cancelamento do processo e esclareceu que a Polícia Federal já tomou as devidas providências sobre o caso.

OS RESULTADOS

Os gabaritos das provas objetivas serão divulgados no site http://www.inep.gov.br/enem no dia 7 de novembro. Os candidatos poderão acessar os resultados individuais a partir de 28 de dezembro, mediante inserção do número de inscrição e senha ou CPF e senha no endereço eletrônico http://sistemasenem2.inep.gov.br

Leave a Reply