Profissionais debatem programa do Ministério da Saúde em Alpinópolis

Câmara Municipa2
Profissionais do Ambes – Ambulatório-Escola da Universidade do Estado de Minas Gerais – Unidade Passos, juntamente com vários Agentes Regionais da Saúde, representante da SRS (Superintendência Regional da Saúde) e outros, estarão reunidos nesta quinta-feira, às 14h, na Câmara Municipal de Alpinópolis, para a divulgação e discussão do novo Protocolo do Ministério da Saúde e diretrizes de implantação do Programa PEP (Profilaxia Pós-Exposição).

O trabalho visa a pactuação de estratégias para erradicação da epidemia de AIDS nos municípios que fazem parte da microrregião. O objetivo principal será a orientação para que os profissionais da saúde tomem conhecimento do Novo Protocolo e organização do fluxo de atendimento, direcionamento, dispensação de medicamentos, para onde encaminhar o paciente que sofreu alguma exposição a material biológico,  o que deverá ser feito e também dispôs sobre onde será o atendimento inicial ao paciente exposto a risco biológico, gerando, assim, o diagnóstico de contaminação por HIV/Aids, Sífilis, Hepatite B e Hepatite C. 
 
Essa nova proposta, ou seja, o Novo Protocolo PEP, visa aumentar a eficiência e a rapidez no envolvimento de serviços da atenção básica de urgência e emergência prestados aos pacientes expostos a contaminação.
 
O novo Protocolo do Ministério da saúde dispõe sobre diretrizes a serem tomadas quanto a exposição a material biológico que envolve três categorias: acidente ocupacional – o que acontece no trabalho; exposição sexual consentida – não usou preservativo ou se usou o mesmo rompeu e vítimas de abusos ou violência sexual.
 
O convite para a participação no evento se estende não somente aos profissionais da saúde, mas também aos profissionais da segurança (Polícias Civil e Militar), Conselho Tutelar e ao Ministério Público da cidade de Alpinópolis.
 
Segundo o Ministério da Saúde, a Profilaxia Antirretroviral Pós-Exposição de Risco para Infecção pelo HIV (PEP) se insere no conjunto de estratégias da Prevenção Combinada cujo principal objetivo é ampliar as formas de intervenção para evitar novas infecções pelo HIV no mundo. O Protocolo Clínico e Diretrizes Terapêuticas de PEP é uma iniciativa do Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais (DDAHV) da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde.

Fonte: Folha da Manhã

Deixe uma resposta