Prefeitura Municipal confirma primeiro caso de dengue em Alpinópolis

Alpinópolis tem seu primeiro caso confirmado e notificado como dengue em 2019. A informação foi divulgada pela Prefeitura Municipal, por meio de uma nota, publicada na noite desta sexta-feira (08), na qual o Centro de Vigilância em Saúde local atesta a ocorrência da doença na cidade. O texto indica, ainda, que os dados são referentes à semana epidemiológica que compreende o período entre 27 de janeiro e 02 de fevereiro deste ano.

O último boletim epidemiológico da Secretaria de Estado  de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) aponta a presença de apenas um caso em Alpinópolis – até então tratado como suspeito – registrado na segunda semana de janeiro. De acordo com o documento, a taxa de incidência de casos prováveis de dengue na cidade atinge 5,04 e é, portanto, classificada como baixa.

A Prefeitura de Alpinópolis chegou a divulgar, no dia 1º de fevereiro, também por meio de nota publicada no perfil da administração em uma rede social, que a cidade, neste ano, havia apresentado apenas uma notificação de caso suspeito da enfermidade, o qual teria sido descartado. Segundo o texto, tratava-se de uma criança da zona rural do município, que teria passado por consulta em Carmo do Rio Claro, para quem os exames laboratoriais apresentaram resultados negativos.

No entanto, nesta mais recente publicação oficial – em que foi confirmada a doença em Alpinópolis – a administração não esclareceu se há paralelo entre os dois quadros citados. Também não foi elucidado se a confirmação faz referência a um caso autóctone (quando a dengue é contraída na própria cidade) ou se trata de um caso importado.

Com somente um caso, a classificação dada ao município pela SES-MG – que incluiu todos os casos confirmados e suspeitos da doença registrados – ainda é considerada baixa. O cálculo de incidência é realizado utilizando o número de notificações do município que é dividido pela quantidade de habitantes e multiplicado por 100 mil. Resultados abaixo de 100 são considerados de baixa incidência, de 100 até menos de 300 de média incidência e acima de 300 de alta incidência.

No ano passado apenas dois casos suspeitos foram registrados em Alpinópolis, nos meses de outubro e novembro. Por outro lado, em 2016, a cidade fechou o ano apresentando 237 casos suspeitos, números que colocaram o município, à época, na lista das localidades em situação com alta incidência da doença.

A Prefeitura de Alpinópolis vem intensificando algumas ações com o fim de evitar a proliferação do mosquito. Em dezembro de 2018 foi realizado um mutirão de limpeza em diversos bairros da cidade e, este ano, a partir do último dia 30 de janeiro, teve início uma operação denominada “Cata-Tudo”, quando um caminhão passa recolhendo entulho das residências todas as quartas-feiras. Também estão sendo emitidas notificações a proprietários de terrenos sujos na zona urbana do município.

Leave a Reply