Polícia de Alpinópolis prende responsável por roubo em Passos

quartel_3º_pelotão_pm_alpinópolis

Os militares do 3º Pelotão da PM em Alpinópolis prenderam na cidade, na terça-feira (24), um homem que assaltou um mototaxista, de 28 anos, em Passos. A prisão ocorreu no bairro Vila Betânia, onde os policiais realizaram cerco à residência na qual o foragido estava escondido.

O crime aconteceu em Passos, na última segunda-feira (23), quando o autor, um rapaz de 24 anos, assaltou e amarrou um motociclista, deixando-o abandonado no meio do mato, nas imediações do antigo frigorífico municipal daquela cidade.

A prisão em flagrante se deu após a PM ser informada de que o autor havia fugido para Alpinópolis, depois de cometer o crime em Passos. O rastreamento foi então realizado durante toda a tarde de terça em diversos pontos da cidade. Uma denúncia indicou que o foragido poderia estar escondido em uma residência na Vila Betânia. Por volta de 21h, após os militares montarem cerco nas proximidades do imóvel, o autor acuado, acabou se entregando e confessando que havia roubado a motocicleta para vender e, posteriormente, pagar dívidas de drogas.

A faca usada no crime, de acordo com o autor, foi jogada em um matagal no momento da fuga. Durante a diligência, a PM foi notificada de que a motocicleta roubada havia sido localizada em Passos.

O rapaz foi preso em flagrante delito, atendido pelo médico de plantão no Hospital Cônego Ubirajara Cabral e encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil em Passos.




SOBRE OS COMENTÁRIOS

Este é um espaço de diálogo e troca de conhecimentos que estimula a diversidade e a pluralidade de ideias e de pontos de vista. Não serão publicados comentários com xingamentos e ofensas ou que incitem a intolerância ou o crime.

Os comentários devem ser pertinentes ao tema da matéria e aos debates que naturalmente surgirem. Mensagens que não atendam a essas normas serão deletadas - e os comentaristas que habitualmente as transgredirem poderão ter interrompido seu acesso a este fórum.



Importante: Os editores não farão aviso prévio em relação a exclusão ou não aprovação de comentários.