PM prende suspeito de furtar eletrodoméstico e celular em Alpinópolis

Na manhã deste domingo (10) os militares do 3º Pelotão PM prenderam um homem, de 33 anos, suspeito de invadir algumas residências de onde, supostamente, havia subtraído um micro-ondas e um celular. Os furtos teriam ocorrido no bairro Rosário, em Alpinópolis. O rapaz em questão já é conhecido dos meios policiais e, somente nos últimos 15 dias, foi detido três vezes por envolvimento em ocorrências referentes a furto.

Uma cuidadora de idosos acionou os militares, por volta das 6h, a quem relatou ter deixado seu telefone celular na varanda da casa onde trabalha e que, ao voltar ao local, percebeu que o aparelho havia desaparecido. Em um dos muros do imóvel, que faz divisa com uma loja de revenda de móveis usados e algumas casas de aluguel, foi possível perceber marcas de pés, indicando que alguém por ali tinha pulado.

Os policiais se dirigiram até essas residências – que ficam nos fundos da referida loja – onde uma das moradoras disse que quando chegou em casa, por volta das 11h, encontrou a porta arrombada e o interior todo revirado, além de ter se deparado com um forno micro-ondas, que não lhe pertencia, o qual não sabia explicar como tinha ido parar ali.

Já outra moradora relatou que também notou sinais de arrombamento na porta da cozinha do imóvel em que reside, de onde havia sido levado, justamente, um micro-ondas. Outros residentes dessa vizinhança informaram que, logo cedo, ouviram barulhos nas imediações e viram quando um homem, possivelmente o suspeito em questão, fugia em direção ao local conhecido como Morro do Jabá.

Durante o rastreamento, os militares receberam outra ligação anônima dando conta de que o rapaz procurado, após passar por outros locais, estaria se deslocando rumo à comunidade rural do São Bento. Segundo depoimentos, ele pretendia trocar os produtos dos furtos por drogas.

De posse dessas informações, a PM conseguir interceptar o suspeito e efetuar sua prisão. Ele foi encaminhado, primeiramente, ao pronto-atendimento do Hospital Cônego Ubirajara Cabral, quando foram constatadas algumas lesões – anteriores ao fato – pelo médico plantonista. Em seguida ele foi levado até o quartel do 3º Pelotão em Alpinópolis, onde permaneceu até ser conduzido à presença do delegado de Polícia Civil na cidade de Passos.

Deixe uma resposta