PIB de Alpinópolis cresce mais de 10% e supera os R$450 milhões

O Produto Interno Bruto (PIB) do município de Alpinópolis atingiu a marca de R$450.320.150,00 de acordo com o último levantamento realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em comparação com a sondagem anterior, divulgada no final de 2021, houve um crescimento superior a 10,8%.  O PIB representa a soma, em valores monetários, de todos os bens e serviços finais produzidos anualmente numa região específica.

Para o mapeamento do desempenho da economia nos municípios, o IBGE considera valores adicionados brutos dos três grandes setores de atividade econômica (agropecuária, indústria e serviços) e dos setores públicos de administração, saúde, educação e seguridade social, os impostos, líquidos de subsídios e o PIB per capita.

Segundo o estudo, este incremento do índice em Alpinópolis foi puxado, majoritariamente, pelo setor agropecuário que, no período, apresentou crescimento de quase 94% —de longe o maior entre os indicadores analisados— e movimentou um valor aproximado de R$105,9 milhões. Esse segmento econômico vinha registrando encolhimento nos três últimos levantamentos.

Em seguida aparece a atividade industrial, cujo crescimento foi de 12,2% com uma movimentação de R$34,9 milhões. A administração pública vem logo depois, registrando um aumento de 4,5% e contabilizando R$85,9 milhões.

O único índice que encolheu em Alpinópolis foi o do setor de serviços que, apesar de ser o segmento que apresenta maior volume de movimentação financeira do munícipio, registrou retração de -4,4%. O fluxo deste setor vital da economia diminuiu de R$200,1 milhões, na sondagem anterior, para R$191,2 milhões nesta última.

Em um ranking formado por 21 cidades do Sudoeste de Minas, Alpinópolis ocupa o 8º lugar em valores absolutos, ficando atrás de Passos (R$2,681 bilhões), São Sebastião do Paraíso (R$2,066 bilhões), Piumhi (R$1,047 bilhão), São José da Barra (R$810,3 milhões), Ibiraci (R$682,8 milhões), Itaú de Minas (R$632,6 milhões) e Carmo do Rio Claro (R$582,1 milhões).

QUEDA

Na região, dois municípios registraram diminuição no PIB: Passos com uma retração de -0,09% e Doresópolis com queda de -0,06%. As demais localidades apontaram crescimento.

PER CAPITA

O PIB per capta em Alpinópolis, tal como o índice geral, também apresentou crescimento no período e atingiu um valor de R$22.563,39 por habitante. São José da Barra mantém a liderança no PIB per capita na região, com R$108,3 mil por habitante. O município é o único da região com o valor per capita acima de R$50 mil e detém o segundo lugar no Sul de Minas, abaixo de Extrema, que registrou PIB de R$11,49 bilhões e valor per capita de R$311,1 mil.

METODOLOGIA

O levantamento é um trabalho realizado pelos órgãos estaduais de estatística sob a coordenação do IBGE e pelo Centro de Estatística e Informações da Fundação João Pinheiro. A metodologia é padronizada para todos os municípios brasileiros e está integrada aos conceitos utilizados para o cálculo do PIB das 27 unidades da federação e também do PIB nacional.

O PIB dos municípios é, via de regra, divulgado com um atraso de dois anos. Sendo assim, as presentes informações, que foram disponibilizadas neste final de 2022, dizem respeito à atividade econômica dos municípios no ano de 2020. Os números estão sujeitos a revisão em 2023.

Leave a Reply