Para evitar cassação Douglas Tintas renuncia também ao mandato de vereador

douglas_tintasApós a renuncia à presidência da Câmara, oficializada na última sexta-feira (20) por meio de uma carta entregue à Mesa Diretora, Douglas Brasileiro Freire, o Douglas Tintas (PP), chegou a declarar que abdicaria apenas ao cargo de presidente e não ao mandato de vereador. Porém, diante das circunstâncias, o ex-presidente entendeu que o pedido de cassação apresentado por seu colega de bancada Luiz Antônio Paiva Oliveira, o Luiz Paiva (PRB), tinha chances reais de ser aprovado e optou por renunciar também à vaga de vereador para a qual foi eleito em 2012 com 585 votos, sendo o 4º vereador mais votado do município.

Nessa mesma sessão José Acácio Vilela (PSDB) já dirigiu os trabalhos como presidente, porém novas eleições deverão ser convocadas em breve.  Isso porque uma alteração polêmica na Lei Orgânica foi aprovada pela Casa em agosto, o que impedirá que o peessedebista permaneça em definitivo à frente do cargo máximo do Legislativo Municipal.

Com a renuncia, assumirá a vaga deixada por Douglas seu suplente Rodrigo Alves da Silva, o Zagalo (PP), que obteve no último pleito municipal 296 votos.

Douglas Tintas exerceu mandato como vereador por quase dois anos e onze meses e permaneceu na presidência da Casa por menos de dez meses. Em sua eleição para a Mesa Diretora o parlamentar foi apoiado pelo ex-prefeito José Vicente da Silva, o Batatinha (PTB), o atual prefeito Júlio Cesar Bueno da Silva, o Júlio Batatinha (PTB) e os vereadores situacionistas Noé Bueno (PTB), José Antônio da Copasa (PTB), Paulina do São Bento (PTB) e Adriano Ploc (PDT).

Deixe uma resposta