Marinha do Brasil realiza palestra para estudantes de Alpinópolis

Devido à proximidade da data em que é comemorado o Dia Internacional da Água, em 22 de março, a Cooperativa de Ensino de Alpinópolis, mantenedora do Instituto Educacional Padre Ubirajara Cabral (Iepuc), convidou dois integrantes da Marinha do Brasil para proferir uma palestra sobre o tema, ambos atuantes na recém-criada unidade de São José da Barra. O evento aconteceu no dia 11 de março.

A iniciativa partiu das professoras Adriane Sarno e Tatiane Modesto que desenvolvem, nesta escola, um projeto pedagógico sobre a questão da proteção das águas. Esse projeto visa promover, dentro e fora da sala de aula, a conscientização em relação à cultura de preservação da água, abordando suas múltiplas formas de uso, seus ciclos, sua importância para a vida e para a história da humanidade.

A palestra foi conduzida pelo capitão de corveta Fábio Luís Moreira Jacobucci Bambace, delegado responsável pela Delegacia Fluvial de Furnas, unidade da Marinha do Brasil sediada em São José da Barra. Ele falou por cerca de duas horas para alunos das séries do Ensino Médio e do 7º ano do Ensino Fundamental, sobre como a corporação realiza a proteção das águas brasileiras e como está sendo feita a proteção do Lago de Furnas. O oficial esclareceu como é a atuação dos homens do mar na Amazônia Azul, nas águas interiores, na Antártica e em missões das Nações Unidas. Por fim, o militar explicou como acontece o ingresso de novos oficiais e a importância desses jovens para a Marinha. A palestra contou, também, com a participação do cabo André Victor Santos Mendes.

“A palestra foi extremamente proveitosa para os alunos, que puderam fazer perguntas e aproveitar, nas linhas e entrelinhas, tudo que o palestrante disse. Os trabalhos ainda continuam no Iepuc e esperamos preparar esses jovens para que tenham pela água o mesmo encantamento que teve outro mineiro, Guimarães Rosa, que deixou escrito no magistral ‘Grande Sertão: Veredas’ que perto de muita água, tudo é feliz”, disse a professora Tatiane Modesto.

Os palestrantes também falaram sobre a importância da instalação da Delegacia Fluvial de Furnas, ocorrida em janeiro deste ano, em São José da Barra. O órgão possui uma estrutura física de aproximadamente 4 mil m² – cedida à Marinha pela Empresa Furnas Centrais Elétricas – onde há instalações administrativas que comportam espaço de atendimento ao público, salas de aulas destinadas ao ensino profissional marítimo, garagem de embarcações e viaturas terrestres, alojamentos, entre outros. A delegacia, que hoje conta com um efetivo de 20 militares, entre oficiais e praças, vem incrementando as ações de fiscalização do tráfego aquaviário da região.

O Lago de Furnas é a maior extensão de água do estado de Minas Gerais, com 1.440 km², conhecido como o “Mar de Minas”. Abrange 34 municípios com um potencial natural exuberante, formando lagos, cachoeiras, balneários e piscinas naturais, que recebem milhares de turistas o ano inteiro, principalmente no período do verão.

Leave a Reply