Incêndio atinge serra e é contido pela PM em Alpinópolis

Na noite desta quarta-feira (24) um incêndio, que atingiu parte considerável de uma serra que cerca a sede do município de Alpinópolis, foi contido por integrantes do 3º Pelotão da PM e voluntários. O fogo chegou a colocar em risco algumas residências, localizadas nas proximidades, porém foi controlado a tempo e não provocou danos aos imóveis. Ninguém ficou ferido.

As chamas tiveram início por volta das 11h de ontem e, por enquanto, não há pistas sobre as causas. Devido ao tempo seco, o fogo ganhou volume gradualmente e, perto das 20h, se aproximou de quatro residências situadas no bairro Rosário, nas imediações do Parque de Exposições Vicente José Freire. Em razão da impossibilidade de comparecimento da 2ª Companhia de Bombeiros de Passos ao local – devido ao atendimento de um grave acidente de trânsito na região – um grupo composto por seis homens da Polícia Militar de Alpinópolis e cerca de dez voluntários, conseguiu por fim ao incêndio, por volta das 23h.

Os militares contaram com o suporte do caminhão pipa da Prefeitura de Alpinópolis e fizeram uso de bombas costais, disponibilizadas por alguns moradores. Como as labaredas se aproximaram perigosamente de alguns imóveis – chegando a uma distância de pouco mais de três metros dos quintais, que não eram cercados por muros – uma das primeiras providências foi remover os moradores das casas antes de iniciar a contenção.

Policiais e voluntários trabalharam no enfrentamento ao fogo por mais de três horas e, ao final, conseguiram evitar a ocorrência de danos materiais às residências e, principalmente, impedir que pessoas fossem colocadas em perigo.

Ainda não foi possível contabilizar a área atingida pelas chamas, que fizeram arder parte da serra por quase 12 horas ininterruptas, causando um prejuízo ambiental inestimável. Em razão do tempo seco, os episódios envolvendo incêndios na vegetação das serras nesta época do ano são recorrentes em Alpinópolis e são causados, principalmente, por ação humana.

Os focos de queimadas em Minas Gerais aumentaram 54% este ano na comparação com o ano passado. Entre janeiro e julho os satélites do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE) captaram mais de 1.300 focos de incêndios nos limites estaduais, enquanto no mesmo período do ano passado foram registrados 845.

Leave a Reply