Grupo Escoteiro Ventania retoma atividades em Alpinópolis

Após um período de paralisação de atividades devido à pandemia, o Grupo Escoteiro Ventania 194/MG – GEV, localizado em Alpinópolis, volta com força total ao cenário. O retorno foi marcado por um curso preliminar de formação de voluntários, realizado nos dias 15 e 16 de julho na ‘Chácara da Vó Hulda’, de propriedade do engenheiro Sebastião Sandre Ângelo, um dos grandes incentivadores do grupo.

Proporcionando novos ares para a retomada das atividades, a capacitação contou com os participantes concluintes Francieli Pereira, Henrique Freire, Ivan P. Silva, Jean Silva, Kaic Lima, Kauê Lima, Lucas Nascimento, Lucas Faria, Oxlaine Rodrigues, Samuel Ávila, Sebastião Sandre Ângelo.

Desde sua fundação em 2016, o GEV enfrentou o desafio da escassez de adultos voluntários dispostos a participar do movimento. A situação não era exclusiva dessa unidade, mas uma realidade comum em diversos grupos escoteiros em todo o Brasil. Conscientes da importância do voluntariado para o crescimento e desenvolvimento dos jovens envolvidos no escotismo, a equipe do GEV se dedicou a reverter essa situação.

Essa capacitação, ministrada pelo diretor do curso, chefe escoteiro Luís C. Melo, apoiado pelos formadores chefe Fernando Camargo e chefe Alessandra Maia, teve como principal objetivo aprimorar as competências dos voluntários, proporcionando um ambiente de aprendizado sobre a metodologia e os princípios escoteiros. Os temas abordados durante a formação visaram promover o conhecimento do ambiente escoteiro, estruturando a consciência do papel do voluntário dentro da organização do grupo.

CURSO PRELIMINAR

Ao completar o curso preliminar, os voluntários estão preparados para agir conforme as leis, promessa e método escoteiros, fortalecendo o grupo e suas atividades. Segundo o chefe escoteiro Marcos Lima, líder do GEV, “esse curso apresenta o movimento escoteiro ao adulto e prepara esses voluntários para atenderem de forma exemplar crianças, adolescentes e jovens, preparando-os para exercerem seu papel com excelência na comunidade e no mundo”.

O Grupo Escoteiro Ventania, em parceria com o Instituto Educacional Padre Ubirajara Cabral (Iepuc), estabeleceu sua sede nas dependências da instituição em 2016. A parceria entre as entidades se deu pelo interesse do Iepuc em apadrinhar o projeto escoteiro, reconhecendo os benefícios sociais que essas atividades proporcionam à comunidade. Contudo, com o cenário desafiador da pandemia, o projeto foi paralisado em 2020.

Apesar do grupo ainda estar em processo de retomada de suas atividades com os beneficiários (crianças, adolescentes e jovens), o curso de formação de voluntários representa um importante passo para a revitalização do GEV. O chefe escoteiro Marcos Lima afirma que a formação continuada dos adultos é fundamental para atender da melhor forma os membros do grupo e prepará-los para atuarem com excelência em suas comunidades.

VOLUNTÁRIOS

Com o reforço de 11 novos voluntários formados no Curso Preliminar, além de outros 6 em processo de conclusão, o GEV planeja retomar suas atividades com todo o vigor necessário para o desenvolvimento dos jovens envolvidos. Com a experiência e conhecimentos adquiridos durante o curso, a equipe pretende traçar os próximos passos e fortalecer ainda mais o escotismo na região.

Os planos futuros do Grupo Escoteiro Ventania incluem a continuação das formações sequenciais para todos os níveis de adultos, preparando-os para as atividades com os escoteiros e lobinhos. Com a comunidade unida em prol desse propósito, o GEV vislumbra um futuro promissor, onde o escotismo continuará sendo uma importante ferramenta para o desenvolvimento social dos jovens de Alpinópolis e região.

Fonte: Folha da Manhã

Leave a Reply