Golpista tenta pagar boletos com cheques falsificados da Prefeitura de Alpinópolis

Uma tentativa de golpe, utilizando cheques falsificados da Prefeitura de Alpinópolis, aconteceu na tarde da última sexta-feira (29) em uma casa lotérica, situada na região central da cidade. Na oportunidade, um homem desconhecido contratou os serviços de um mototaxista da cidade, a quem solicitou que efetuasse, em cheque, o pagamento de alguns boletos bancários.

A Polícia Militar foi acionada e compareceu à Lotérica da Sorte, com endereço na avenida Governador Valadares, onde um rapaz de 30 anos, que presta serviços de mototáxi, relatou que foi contratado, por um homem desconhecido, para realizar pagamentos de alguns boletos que se encontravam dentro de uma pasta.

Segundo o mototaxista, era por volta das 16h quando recebeu, via celular, a ligação de um número com o código 018, de uma pessoa que requisitava seus serviços. Esse código telefônico pertence a cidades localizadas na macrorregião de Presidente Prudente, no estado de São Paulo. Em seguida, ao se encontrar pessoalmente com o suposto cliente, que não se identificou, este lhe entregou uma pasta contendo boletos emitidos pelo banco digital Agibank, e orientou que deveriam ser quitados com cheques do Banco do Brasil, na casa lotérica local. O estelionatário ainda informou que não poderia ele próprio fazer os pagamentos, pois iria para a cidade de Passos, mas que no dia seguinte voltaria para pegar os boletos pagos.

Dessa forma, o motoboy levou a referida pasta até o caixa da lotérica e pediu que a funcionária, uma mulher de 25 anos, realizasse o pagamento dos boletos ali contidos. Esclareceu a ela que não sabia da quantidade de boletos, mas que para cada um havia um cheque com o valor correspondente, e que voltaria depois para buscar os comprovantes dos documentos já quitados.

Após ter voltado e levado os boletos, o mototaxista foi contatado pelo proprietário da lotérica, de 29 anos, que pediu que ele retornasse ao local, levando consigo os respectivos boletos pagos, pois havia acontecido um golpe. O rapaz voltou até o estabelecimento comercial e, juntamente com as demais vítimas, aguardou a chegada da PM. Já na presença dos militares, a funcionária relatou que o mototaxista lhe entregou uma pasta contendo 50 boletos bancários numerados, no valor de R$ 1 mil cada um, e 50 folhas de cheque, também no valor de R$ 1 mil cada, expedidas pela Prefeitura de Alpinópolis. Segundo ela, devido a ser costume haver recebimentos com cheques da administração municipal, não houve preocupação em consultar a procedência e os pagamentos foram efetuados.

Já o proprietário, relatou que sua funcionária lhe entregou os boletos, já quitados, junto com os cheques. No entanto, a medida em que ele tentava fazer o lançamento dos respectivos documentos junto ao SICRA (software disponibilizado pela Caixa Econômica Federal para o uso de unidades lotéricas), o sistema não permitia a efetivação das operações bancárias. Ao verificar os motivos do insucesso da transação, foi possível constatar que o bloqueio ocorria devido ao fato de as folhas de cheques serem falsificadas.

Diante do exposto, o material foi apreendido e iniciou-se um rastreamento com o intuito de localizar o autor. Segundo o mototaxista, trata-se de um homem, com mais ou menos 1,70m, branco, de meia idade, que na oportunidade vestia calça jeans, camisa polo cor de abóbora e usava um boné branco. Até o momento nenhum suspeito foi identificado e a polícia segue em busca do estelionatário.

Deixe uma resposta