Geração de empregos em Alpinópolis fica negativa no mês de setembro

O saldo de emprego com carteira assinada, registrado no mês de setembro, ficou negativo em Alpinópolis, segundo informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

Em Alpinópolis foram fechadas 11 vagas de emprego no mês passado. Na cidade, a Agropecuária foi o setor com maior número de demissões, por conta do fim da safra de café. Houve um total de 7 desligamentos registrados em setembro.

Em seguida, aparecem no município com os maiores volumes de demissão, os segmentos do Comércio, com 5 dispensas, e a Extração Mineral e Serviços com 1 demissão cada. O único setor que reagiu positivamente foi a Construção Civil, que criou 3 vagas no período. A Indústria de Transformação não sofreu nenhuma baixa, porém não gerou nenhum novo posto, permanecendo inalterada.

Mesmo diante do saldo negativo, a situação em Alpinópolis ainda é melhor do que o cenário de 2017, quando foram registradas 24 demissões em setembro, 13 a mais que este ano.

Se considerado o acumulado de 2018, quando é incorporado o período da safra, o saldo ainda permanece negativo em 1 vaga. Entre janeiro e setembro o setor que mais demitiu foi da Indústria de Transformação (-13), seguido pela Extração Mineral (-11), Agropecuária (-8), Construção Civil (-1) e Comércio (-1). O único a apresentar situação favorável foi o segmento de Serviços, com 33 vagas geradas.

Deixe uma resposta