Filho mata o pai a pauladas na Vila Betânia em Alpinópolis

assassinato_alpinópolis

Na madrugada dessa sexta-feira (19), por volta das 2h:15min, um homem de 41 anos foi preso por matar o próprio pai com um pedaço de pau dentro de casa, em Alpinópolis. O parricídio aconteceu na Rua Tupinambás, bairro Vila Betânia e, aparentemente, foi praticado por motivo fútil. O autor foi preso e levado para o presídio de Passos.

De acordo com o Boletim de Ocorrências, o desocupado Marildo Balbino do Prado usou um bastão de madeira, de aproximadamente 60 cm, e deu vários golpes na cabeça do pai, o aposentado Joaquim do Prado, conhecido como Joaquim Duca, de 84 anos. Romilda Balbino do Prado, de 55 anos, irmã de Marildo e também filha de Joaquim, tentou impedir o assassinato, mas acabou sendo igualmente agredida. Ela afirmou que o autor é usuário de drogas e que já havia cometido agressões dessa natureza anteriormente, inclusive com ameaças de morte.

O idoso foi agredido enquanto dormia, depois de fazer uso de alguns medicamentos, já que sofria do Mal de Alzheimer. Ele foi encontrado ainda com vida e chegou a ser socorrido e levado ao Hospital Cônego Ubirajara Cabral, mas faleceu durante o atendimento no pronto-socorro, vítima de traumatismo craniano. Conforme laudo do médico plantonista, a cabeça de Joaquim apresentava múltiplas feridas contusas (produzidas por objeto rombo), com sinais de fratura e sangramento.

assassino

Após consumar o crime, Marildo se dirigiu até a cozinha da residência onde passou a lesionar o próprio corpo, o que resultou, segundo laudo médico, em diversas lesões em sua cabeça. Em seguida, com a chegada do militares, ele foi preso em flagrante, algemado e levado para o quartel do 3º Pelotão da PM em Alpinópolis. Posteriormente foi removido para a delegacia de Polícia Civil e, por fim, encaminhado para o presídio de Passos.

Segundo a Polícia Civil, durante o depoimento, Marildo não demonstrou nenhum arrependimento por ter cometido o crime e, inclusive, chegou a afirmar que não tinha motivo para matar o pai.