Exposição “EXPLOSÃO DE CORES” exibe obras da artista alpinopolense Elígia Maria

Elígia MariaUma garota mais que especial! Assim pode ser definida a artista Elígia Maria, filha de Silanos e Andréa. Essa especialíssima alpinopolense exibiu seus trabalhos em uma exposição denominada “Explosão de Cores”, realizada entre os dias 26 e 30 de maio no Teatro São Paulo, em Alpinópolis. Oportunidade ímpar para leigos e profissionais da área compartilharem do talento da pintora. Sorte de quem viu.

A arte é um instrumento de expressão universal. Porém é necessário observar a produção artística de alguém não como uma forma de exteriorização condicionada a características padronizadas, mas sim como manifestação de pensamentos e sentimentos interiores, do universo particular de cada talento. O mundo de Elígia Maria certamente é cheio de cores e traços que romantizam a vida.

Arte 02A jovem artista tem fascínio por animais, pescaria, músicas e, claro, por desenho e pintura. Dona de um estilo sui generis, ela expressa nas telas sensibilidade, harmonia de cores, carinho pela natureza… Vida! Verdadeiramente, uma explosão em cores. Os quadros chegam a atarantar quem os contempla, alguns inclusive lembrando pinceladas de nomes consagrados como Picasso e Van Gogh, mas sempre mostrando algo original e muito peculiar do universo da artista. No acervo podemos ver obras possuidoras de uma hipnotizante simplificação das formas, quebrando conceitos usuais das representações de espaço.

Arte 06O acontecimento foi marcado por uma alegria contagiante, um misto de emoção e cultura. Foi, de fato, um momento de reflexão capaz de comprovar que a arte pode despertar habilidades latentes e suscitar a superação das pessoas. Os pais Silanos e Andréa se declararam agradecidos pelo carinho e atenção da comunidade, fundamentais para o sucesso da exposição, e confessaram sentir naqueles momentos algo único, uma sensação de realização plena. “Louvo a Deus por esse momento. E sigo louvando por ter me confiado a missão de cuidar da Elígia Maria. A criança aflita, a procura do alimento no colo da mãe, suga o leite e, realizada, serenamente adormece. Assim é a Elígia Maria. Menina inquieta que necessita de lápis, papéis, telas, pincéis e tintas. Daí nascem os desenhos, surgem as cores, cria-se arte. Mais do que tudo isto, explode uma alegria plena e reina uma infinita paz”, comenta orgulhoso o pai Silanos.Arte 09




SOBRE OS COMENTÁRIOS

Este é um espaço de diálogo e troca de conhecimentos que estimula a diversidade e a pluralidade de ideias e de pontos de vista. Não serão publicados comentários com xingamentos e ofensas ou que incitem a intolerância ou o crime.

Os comentários devem ser pertinentes ao tema da matéria e aos debates que naturalmente surgirem. Mensagens que não atendam a essas normas serão deletadas - e os comentaristas que habitualmente as transgredirem poderão ter interrompido seu acesso a este fórum.



Importante: Os editores não farão aviso prévio em relação a exclusão ou não aprovação de comentários.