Comunidade organiza “Manifesto pela Paz em Alpinópolis”

manifestação_01Foi realizado na manhã desta sexta-feira (6) um evento denominado “Manifesto pela Paz em Alpinópolis” que teve como objetivo promover a conscientização da população e a busca de soluções para o problema de segurança no município. Segundo o comando da Polícia Militar de Alpinópolis, a concentração contou com um número aproximado de mil participantes.

A motivação surgiu após as explosões dos caixas eletrônicos da Caixa Econômica Federal, ocorridas durante o último feriado, que resultou na morte de uma criança de oito anos e chocou toda a comunidade alpinopolense. A organização foi encabeçada pelas professoras Dorfília Lúcia, Adriane Sarno e Grasiela Germano e contou com total apoio da família da garotinha Raíssa, essa que foi a mais recente vítima fatal da violência em Alpinópolis.

Após a realização da Missa de 7º Dia da menina Raíssa, aconteceu uma concentração em frente à Igreja Matriz de São Sebastião, no centro da cidade, onde escolas, comércio local, autoridades, representantes de várias denominações religiosas e comunidade em geral, reuniram-se para reflexão e reivindicação de providências.

manifestação_03

Foi elaborado um abaixo-assinado contendo pedidos da população que, posteriormente, será entregue ao prefeito Júlio Batatinha para que as devidas providências sejam tomadas. O documento é endereçado às autoridades municipais competentes e foi lido para todos os presentes, com o auxílio de um sistema de som instalado em um veículo. No total são 11 reivindicações:

  • Aumento do efetivo policial;
  • Instalação de câmeras de segurança em pontos estratégicos da cidade;
  • Articulação junto ao governo estadual em busca de uma solução para a cadeia pública, notadamente para que a mesma seja assumida pela SEDS (Secretária Estadual de Defesa Social) e administrada pela SUAPI (Subsecretária de Administração Pública), assim como removida do centro da cidade;
  • Solicitação para que os bancos contribuam com a segurança de seus prédios;
  • Promoção de investimento municipal massivo em setores estratégicos (cultura, esporte e lazer), visando à prevenção do problema da violência;
  • Busca de recursos junto aos governos estadual e federal para investir em cultura, lazer e esporte, visando a formação e ocupação das crianças e jovens;
  • Procurar o envolvimento de autoridades de cidades vizinhas, principalmente Passos, São José da Barra, Carmo do Rio Claro, Bom Jesus da Penha e Nova Rezende, objetivando um esforço regional, visto que a ausência de providências nessas localidades acaba trazendo consequências negativas também para Alpinópolis;
  • Criar, treinar e aparelhar uma Guarda Municipal;
  • Ter um policiamento preventivo integrado, constante e ininterrupto em todo o município;
  • Melhorar as condições físicas, psicológicas e materiais dos policiais;
  • Viabilizar a criação e promover o aparelhamento do projeto “Rede de Vizinhos Protegidos”.

Logo em seguida os manifestantes, guiados pelo carro de som, seguiram em caminhada silenciosa até a residência dos familiares de Raíssa, na Avenida Governador Valadares, quase em frente ao banco alvo das explosões. Muitas faixas e cartazes com palavras de consolo à família da menina e com pedidos de providências direcionados às autoridades podiam ser vistos com os participantes do cortejo.




SOBRE OS COMENTÁRIOS

Este é um espaço de diálogo e troca de conhecimentos que estimula a diversidade e a pluralidade de ideias e de pontos de vista. Não serão publicados comentários com xingamentos e ofensas ou que incitem a intolerância ou o crime.

Os comentários devem ser pertinentes ao tema da matéria e aos debates que naturalmente surgirem. Mensagens que não atendam a essas normas serão deletadas - e os comentaristas que habitualmente as transgredirem poderão ter interrompido seu acesso a este fórum.



Importante: Os editores não farão aviso prévio em relação a exclusão ou não aprovação de comentários.