Chuva forte causa estragos e alagamento em Alpinópolis

Avenida Governador Valadares

Um temporal ocorrido na tarde desta sexta-feira (16), com duração aproximada de 20 minutos, danificou espaços públicos, veículos e residências no município de Alpinópolis, além de causar o transbordamento de córregos que cortam a zona urbana. Grande parte da cidade ficou sem energia elétrica por quase uma hora.

Posto de combustíveis alagado

Na Avenida Governador Valadares, região central da cidade, a água cobriu parcialmente veículos estacionados, chegando inclusive a arrastar alguns deles, e inundou lojas, casas e até um posto de combustíveis ao longo da via. Na Rua Isaías de Faria, no ponto cortado pelo Córrego Biquinha, houve inundação com o transbordamento deste corpo d’água, o que chegou a impedir o trânsito.

Córrego Biquinha transbordando

No Rosário, além de arrancar parte da pavimentação de algumas ruas, a chuva danificou manilhas que não suportaram o volume de água. A enxurrada também carregou uma grande quantidade de terra que, ao formar barro, provocou muita sujeira. A Rua Aprígio de Oliveira, que dá acesso ao parque de exposições da cidade, também ficou seriamente avariada.

Rua Aprígio de Oliveira

No bairro Quinta dos Vilela a força da enxurrada removeu asfalto e blocos de cimento do calçamento de algumas vias. No Santa Efigênia os estragos foram piores e, além de invadir as casas, a água acabou derrubando muros, arrancando portões e destruindo móveis e eletrodomésticos de várias residências, causando revolta dos moradores. As ruas mais atingidas neste bairro foram a Florianópolis e a Nicolau Sarno, ambas, curiosamente, situadas a cerca de 200m da casa do prefeito José Gabriel dos Santos Filho, o Zé da Loja (PSD).

Muro destruído na Rua Florianópolis

O prefeito chegou a visitar alguns pontos atingidos para avaliar os estragos e acabou ouvindo reclamações de muitos moradores que reivindicaram melhorias na infraestrutura para evitar esse tipo de problema. Uma das vias públicas que sofreu o maior dano com o temporal, a Rua Nicolau Sarno, é onde fica a residência do vereador Rafael Freire (PTdoB), que foi invadida pela água e teve o portão arrancando.

Portão arrancado na Rua Nicolau Sarno

O parlamentar, em companhia de vizinhos de bairro, reclamou da falta de planejamento da administração e disse que já havia advertido o prefeito sobre o problema, mas que nenhuma providência foi tomada. “Há mais de um ano, eu e a bancada de oposição, encaminhamos um requerimento ao Poder Executivo pedindo que medidas fossem tomadas, como a execução de obras de contenção e escoamento da água da chuva, justamente para evitar situações como esta. Infelizmente, nem resposta da prefeitura recebemos e o resultado não poderia ser outro, toda vez que chove mais forte é esse transtorno”, afirmou Rafael.

A chuva ainda provocou uma queda de energia que atingiu praticamente toda a cidade. O serviço foi reestabelecido cerca de 55 minutos depois, por volta das 17h.

Leave a Reply