Arquivos por Categoria: Variedades

FANTASMAS – Hilda Mendonça

Encomendadores de almas tocando matracas.

Encomendadores de almas tocando matracas.

Tremo embaixo dos lençóis e, no entanto nem está frio. Lobisomens e mulas-sem-cabeça pululam em meu cérebro. O vizinho Olegário, hoje à tarde estava com os olhos vermelhos. Será ele o lobisomem desta noite? Vi quando ele espetava os bois com aqueles ferrões enormes e até sangue escorria. Não, ele não pode virar lobisomem não, porque ele me conhece tão bem!

Ventania em outros carnavais

Pode ser que esse artigo tome contornos de papo de ventaniense saudosista, mas, no fundo, é exatamente isso. O saudosismo de uma cidade que conheceu um Carnaval com verdadeiras características de manifestação cultural de seu povo. Carnaval de Alpinópolis tem história. Interrompida, mas tem.

Pelos anos que marcavam, mais ou menos, a metade do século passado, os festejos carnavalescos eram realizados nas casas mais espaçosas de famílias alpinopolenses, onde nossa gente se divertia ao som de marchinhas e era entusiasmada pelo lança-perfume, permitido pela legislação da época. Nos anos 70, a folia tinha palco na União Recreativa e Comercial de Alpinópolis – URCA, local onde hoje é ocupado pelo prédio do Big Atacadão, na Praça Osvaldo Américo dos Reis. Logo, Alpinópolis entrou em um período que duraria 11 anos, o qual pode ser chamado de “a era de ouro do Carnaval alpinopolense”. Foi quando tivemos o privilégio de ver o surgimento e evolução de nossas escolas de samba.carnaval_86_VQQ

17 de Dezembro – Aniversário da Ventania

Alpinópolis completa 77 anos de emancipação em 2015

Alpinópolis completa 79 anos de emancipação em 2017

Há exatos 79 anos, no dia 17 de dezembro de 1938, conquistávamos nossa independência político-administrativa da vizinha e irmã cidade de Nova Resende. Alpinópolis começou da forma como todo novo município deveria começar. Do início, crescendo com identidade própria e a custa de muito esforço e trabalho duro, sempre almejando construir um lugar digno para que sua valorosa gente habitasse em paz. Mesmo enfrentando vários percalços ao longo de sua história, Ventania foi valente e venceu todos. É certo que existem sequelas que jamais poderão ser endireitadas, mas o alpinopolense segue com obstinação a máxima de Charles Darwin que diz: “não é o mais forte que sobrevive, nem o mais inteligente, mas o que se adapta a mudanças”. Sempre fomos maiores que nossos problemas.