Briga de mulheres acaba em facada no São Bento

são_bento
Na noite da última terça-feira (27), no distrito do São Bento, em Alpinópolis, uma mulher de 28 anos foi esfaqueada após se desentender com sua ex-companheira. No momento em que recebeu voz de prisão dos militares do 3º Pelotão da PM, a autora passou a promover algazarra e acabou ficando completamente nua no meio da via pública. A vítima foi socorrida e encaminhada para o pronto-atendimento do Hospital Cônego Ubirajara Cabral, onde recebeu atendimento médico.

A PM foi acionada a comparecer ao distrito, chegando ao local por volta das 20h. O crime foi registrado em frente à casa da autora, sendo esta uma mulher de 37 anos. Ela alegou que usou a faca apenas para se defender e que, na verdade, seria a vítima que a estaria importunando e ameaçando sua filha.

Segundo os policiais a mulher esfaqueada aguardava a chegada da PM na única praça do distrito. Questionada ela disse que havia ido até o local onde aconteceu o delito para ajudar um amigo a fazer uma mudança quando foi surpreendida e atacada pela autora, com quem teve uma relação amorosa no passado. A vítima levou uma facada no braço esquerdo, porém não corre risco de vida.

Na versão da autora, a ex-companheira é que foi até sua residência, enquanto ela cozinhava, começou a lhe perturbar e, por fim, partiu para a agressão. A facada teria sido desferida na tentativa de se defender do ataque. Ela confirmou que as duas tiveram um relacionamento e que um dos motivos do desentendimento seria justamente o ciúme que sentia a ex-amante, sendo a mesma usuária de drogas e, por esse motivo, as vezes apresentava comportamento agressivo.

No momento em que os policiais deram ciência de que seria levada para o registro da ocorrência, a autora começou a se debater de forma a resistir à prisão. Em seguida passou a promover escândalo e acabou tirando toda a roupa, ficando completamente nua no meio da via pública, diante de diversas pessoas.

Após se acalmar, ela foi conduzida até o quartel da PM, ouvida e logo liberada. A vítima foi levada para atendimento no pronto-socorro em Alpinópolis, de onde foi liberada logo depois de receber atendimento médico. No desfecho da ocorrência, ambas se comprometeram a comparecer posteriormente ao Juizado Especial com o fim de encontrar uma solução para o caso.

Deixe uma resposta