Bolsa Família destina R$ 105 mil para Alpinópolis em fevereiro

?????????????????????????????????????????????????????????

O Ministério do Desenvolvimento Social (MDS) vai repassar, aproximadamente, R$ 105 mil aos beneficiários do Bolsa Família de Alpinópolis em fevereiro. O pagamento teve início na última quinta-feira (15) e segue até o dia 28. São 814 famílias alpinopolenses que receberão o benefício, que este mês na cidade, terá o valor médio de R$ 128,97.

Em relação ao mesmo período do ano passado, o número de famílias contempladas pelo programa em Alpinópolis caiu consideravelmente, despencando de 977 em fevereiro de 2017 para os atuais 814 este ano. São 163 beneficiários a menos.

O valor geral transferido, consequentemente, também diminuiu. Em fevereiro de 2017 o total repassado foi de R$ 129.154, valor que caiu para R$ 104.979 em fevereiro deste ano. São cerca de R$ 23 mil a menos injetados na economia municipal.

No entanto, em relação ao mês passado, o quantitativo melhorou. Em janeiro o número de famílias atendidas em Alpinópolis correspondia a 812 e este mês chegou a 814, ou seja, foram duas famílias que entraram no programa.

Para garantir que o benefício chegue a quem realmente precisa, o governo federal vem aperfeiçoando os mecanismos de controle, fazendo um cruzamento das informações declaradas pelos beneficiários no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal com as que constam nas diversas bases de dados oficiais.

Conforme estudo realizado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), fundação pública federal vinculada ao Ministério do Planejamento, a cada R$ 1 transferido às famílias do programa, o Produto Interno Bruto (PIB) municipal tem um acréscimo de R$ 1,78.

A cobertura do programa abrange cerca de 92,7% da estimativa das famílias consideradas pobres no município, ou seja, apesar de estar próximo da meta, não há atendimento integral das famílias pobres pelo Bolsa Família em Alpinópolis. Este cálculo é feito com base nos dados mais atuais do Censo Demográfico, realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O foco da gestão municipal, segundo relatório do MDS, deve ser na manutenção da atualização cadastral dos beneficiários, para evitar que as famílias que ainda precisam do benefício tenham o pagamento interrompido. A gestão também deve realizar ações de Busca Ativa para localizar famílias que estão no perfil do programa e ainda não foram cadastradas. Periodicamente o MDS convoca as famílias beneficiárias do Bolsa Família para atualizarem seus cadastros nos processos de Revisão Cadastral e Averiguação Cadastral. Em cada um desses processos, as famílias são organizadas em grupos, com prazos diferenciados para a atualização cadastral. Na Averiguação Cadastral, são convocadas as famílias identificadas com informações divergentes entre o Cadastro Único e outras bases de dados do governo federal. Em Alpinópolis, das 1.448 famílias convocadas no ano de 2017, 906 ainda não atualizaram o cadastro e podem ter o benefício cancelado caso não cumpram o prazo para a atualização.

O Bolsa Família é um programa de transferência direta de renda direcionado às famílias em situação de pobreza (renda per capita mensal entre R$ 85,01 e R$ 170,00) e de extrema pobreza (renda per capita mensal de até R$ 85,00). Ao entrarem no programa, os beneficiários recebem o dinheiro mensalmente e, como contrapartida, cumprem compromissos nas áreas de saúde e educação.

Deixe uma resposta