Aluna alpinopolense é destaque no EPTV na Escola

No próximo dia 18 de outubro, a jovem Beatriz de Oliveira Freire Vilela, estudante do Instituto Educacional Padre Ubirajara Cabral – IEPUC, desembarcará na cidade de Caxambu, onde será realizada a cerimônia de premiação do concurso de redação EPTV na Escola, disputado entre os alunos do 9º ano do ensino fundamental de cidades com cobertura geográfica da EPTV Sul de Minas, afiliada da Rede Globo. Bia, como prefere ser chamada, faturou o 2º lugar na classificação geral do concurso, tendo sido sua redação selecionada entre 1044 textos vindos de 311 escolas dos 106 municípios sul mineiros participantes nesta edição.

Beatriz Freire Vilela foi a 2ª colocada no EPTV na Escola

“REDES SOCIAIS: UM CAMINHO PARA UM NOVO MUNDO?”

Este foi o tema escolhido que para que os estudantes realizassem a produção da redação no ano de 2012. Segundo dados fornecidos pela emissora, o concurso objetivou, nesta edição, despertar nos participantes o espírito reflexivo, no sentido de entender melhor a relação diária da juventude com as redes sociais e, ainda, promover uma conscientização sobre a invasão do virtual na vida das pessoas comuns, o que afeta diretamente as relações humanas em vários aspectos. Além dos prêmios oferecidos aos ganhadores, serão realizadas, pela equipe de profissionais da EPTV,  reportagens baseadas no texto das redações selecionadas.

A REDAÇÃO

A redação intitulada “Uma Vovó na Rede” foi, segundo a estudante, inspirada em fatos reais que fazem parte de seu cotidiano, pois sua avó, a professora Helena Freire, está ativamente conectada ao ciberespaço. “Foi uma surpresa para minha avó quando soube que eu havia feito o texto relatando a experiência dela no mundo virtual. Resolvi escrever sobre isto, primeiro por achar muito legal o fato de vê-la participando de um espaço praticamente dominado por jovens e, segundo por ter uma ótima oportunidade de homenagear esta pessoa que tanto amo e admiro. Minha avó Lena está na rede e tem lá um monte de amigos com os quais interage de forma extraordinariamente natural, como se estivessem em um bate-papo na cozinha de sua casa”, explica Bia. O professor Ricardo Lemos Ribeiro, orientador da aluna durante a produção da redação, avaliou muito positivamente o impacto que este tipo de concurso tem sobre os estudantes. “Sinto que alguns alunos se envolvem muito com essa espécie de projeto, o que melhora consideravelmente a qualidade dos textos que produzem. No caso específico da Bia, vi o quanto ela se esforçou para alcançar o resultado que conseguiu. A redação foi refeita várias vezes, porém sempre leal à idéia principal, até chegar a uma produção textual satisfatória”, ressaltou o professor.

A MUSA INSPIRADORA

Lena do Té

A professora Helena Freire, carinhosamente conhecida em Alpinópolis por Lena do Té, se mostrou surpreendida pelo talento da neta em relatar com tanta leveza sua inserção no ciberespaço. “Tudo o que a Bia escreveu em sua redação corresponde fielmente à realidade. Confesso que ela conseguiu despertar em mim emoções distintas. Uma delas foi a honra de ser a sua “musa inspiradora” em um projeto tão interessante como é o EPTV na Escola. Outra foi notar a sensibilidade com que ela viu a figura da ‘vovó na rede’ em meio a tantas outras coisas consideradas tão importantes para a juventude. Me senti realmente emocionada em ser parte desta história”, disse a educadora.

O concurso foi realizado no mês de julho e os finalistas alpinopolenses visitaram a sede da EPTV em Varginha no dia 08 de agosto. Lá tiveram a oportunidade de participar ao vivo do Jornal da EPTV e também de conhecer de perto como funciona uma emissora de televisão. O resultado final do concurso foi divulgado nessa terça-feira (25) e a produção da reportagem de Beatriz está marcada para acontecer na terceira semana de outubro.

Alunos alpinopolenses em visita a EPTV em Varginha

Deixe uma resposta