Alpinópolis tem saldo negativo na geração de empregos no primeiro semestre

 

geração_emprego_alpinópolisA geração de empregos no município de Alpinópolis registrou resultado negativo nos seis primeiros meses de 2016, sendo que o mercado de trabalho local se movimentou apresentando 377 contratações e 380 desligamentos neste intervalo. Em comparação com o mesmo período do ano passado a variação no número de admissões apontou um saldo negativo superior a 15%. O estudo é do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Previdência Social.

Dentro dessa estatística pôde ser verificado que entre os desligamentos 272 foram relativos à dispensa sem justa causa e apenas 02 com justa causa, 82 a pedido do trabalhador, 23 por término de contrato, 05 por transferência e somente 01 por aposentadoria.

Alguns segmentos específicos apresentaram números negativos compondo, dessa forma, o presente quadro. Dentre eles está o setor da Construção Civil, sendo este o que mais demitiu, com 27 vagas extintas, registrando 13 contratações e 40 demissões. Em seguida vem o setor de Extração Mineral que também apontou resultado desfavorável e 15 postos de trabalho deste segmento foram fechados no último semestre. O movimento dessa atividade foi de 05 contratações e 20 demissões no período. O Comércio, que teve 10 vagas suprimidas, apontou uma movimentação geral de 121 contratações e 131 demissões. Ainda apresentou saldo negativo o segmento de Industria de Transformação, com 08 postos de trabalho fechados.

Por outro lado, algumas atividades tiveram um bom desempenho na oferta de empregos, como setor de Serviços onde mais 39 novos empregos foram gerados e o levantamento computou 117 trabalhadores contratados e 78 desligados. A Agropecuária teve saldo positivo de 19 vagas, para esse resultado foram 80 contratações e 61 desligamentos de trabalhadores rurais. Já o setor de Administração Pública não teve nenhuma movimentação no período, segundo o levantamento do governo federal.

Analisando resultados anuais a partir de 2007 (ano em que o governo federal passou a promover as estatísticas) é possível averiguar que Alpinópolis apresentou crescimento por seis anos consecutivos e depois passou registrar resultados negativos. O último ano que a cidade teve um saldo positivo foi em 2013, quando houve a criação de 93 empregos. Em 2014 o saldo negativo foi de -167 e em 2015 -44. O melhor desempenho que o município registrou até agora foi no ano de 2008, quando foram criadas 181 vagas para os trabalhadores alpinopolenses.