Alpinópolis apresenta saldo negativo na geração de emprego nos últimos três meses

geração_emprego_negativa_alpinópolis

Os últimos três meses registraram saldo negativo na geração de emprego em Alpinópolis. De agosto, mês no qual se finalizou a safra de café, até outubro, o município registrou mais demissões que contratações, resultando em um saldo negativo de 23 vagas de trabalho. Somente na agropecuária foram 38 demissões no período, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho.

O estudo indica o fechamento de 23 vagas de emprego em Alpinópolis no referido trimestre, havendo para tanto 209 admissões e 232 desligamentos. Só a agropecuária foi responsável por mais de 16% das demissões, uma vez que dispensou 38 trabalhadores no período. Outros setores que fecharam com saldo negativo foram a extração mineral e o comércio. Já alguns segmentos registraram números positivos, como o setor de serviços e da construção civil.

A microrregião de Passos, na qual o município está inserido, obteve resultado inverso ao de Alpinópolis e fechou o período com 355 vagas de trabalho criadas. Em Minas Gerais o resultado também foi positivo e, em todo território estadual, foram 8.881 novas contratações.




SOBRE OS COMENTÁRIOS

Este é um espaço de diálogo e troca de conhecimentos que estimula a diversidade e a pluralidade de ideias e de pontos de vista. Não serão publicados comentários com xingamentos e ofensas ou que incitem a intolerância ou o crime.

Os comentários devem ser pertinentes ao tema da matéria e aos debates que naturalmente surgirem. Mensagens que não atendam a essas normas serão deletadas - e os comentaristas que habitualmente as transgredirem poderão ter interrompido seu acesso a este fórum.



Importante: Os editores não farão aviso prévio em relação a exclusão ou não aprovação de comentários.