Acusado de latrocínio é preso em Alpinópolis

polícia_civil_alpinópolis_latrocínio

Um homem de 27 anos foi preso pela Polícia Civil na noite da última terça-feira (30) em Alpinópolis, acusado de participar de um latrocínio (roubo seguido de morte) na cidade de Além Paraíba, na região da Zona da Mata mineira. O suspeito Paulo César Assis Bonifácio, que é oriundo daquele município, já estava com a prisão preventiva decretada pela Justiça.

De acordo com a polícia, o suspeito já vinha sendo monitorado pelos investigadores há cerca de uma semana. Ele estava morando em uma propriedade denominada “Fazenda Alpinópolis”, na zona rural do município. Embora tenha negado sua participação no crime, ocorrido no dia 22 de dezembro do ano passado, o carro da vítima, um GM Prisma, de cor prata, roubado na ocasião dos fatos, foi encontrado em seu poder. Ele alega ter comprado o veículo de um conhecido.

GM Prisma encontrado em poder do suspeito.

GM Prisma encontrado em poder do suspeito.

Bonifácio foi localizado e preso na fazenda onde estava residindo, durante uma operação chefiada pelo delegado Matheus Ponsancini com apoio de alguns investigadores das delegacias de Alpinópolis, Passos e Carmo do Rio do Claro. Era por volta das 23h quando o suspeito foi recolhido provisoriamente no Presídio de Passos, mas deverá ser transferido em breve para sua região, onde ficará à disposição da Justiça.

Paulo César é apontado como um dos participantes do latrocínio que vitimou o aposentado Adauto Lamy Ferreira, de 84 anos, em um sítio na zona rural de Além Paraíba/MG. O idoso foi amarrado dentro de casa, junto com a esposa, e morreu com um tiro no pescoço, disparado por um dos assaltantes no momento da fuga. Seriam três indivíduos que participaram da ação. Entre vários objetos roubados, os ladrões teriam levado o GM Prisma, cor prata, que foi encontrado em poder de Bonifácio.

Fonte: Folha da Manhã – Escrito por Jesus Lemos

Deixe uma resposta