Arquivos mensais: outubro 2018

Problemas sobre loteamento e infraestrutura de ruas são discutidos pela Câmara de Alpinópolis

Na reunião da Câmara de Alpinópolis realizada na última segunda-feira (15) os vereadores trataram de temas ligados à Educação e fizeram homenagens aos educadores, em função da comemoração do Dia do Professor. Um cidadão fez uso da tribuna livre para reclamar da situação de um loteamento que está sendo implantado nas proximidades do parque de exposições e falar sobre a falta de infraestrutura presente em algumas ruas da cidade. Deram entrada, também nesta sessão, dois projetos de lei, um propondo a alteração do Plano Diretor e outro a redefinição do perímetro urbano e zona de expansão do município

Diretor de teatro de Alpinópolis fará residência artística na França

O diretor de teatro alpinopolense Maurílio Romão viaja nesta terça-feira (16) para a cidade de Marselha, na França, onde vai ficar por três meses fazendo uma residência artística e acompanhando o processo criativo do grupo Collectif Agonie du Palmier – um coletivo de shows -, e falar sobre sua experiência no teatro de rua, com a Trupe Ventania. No tour cultural ainda estão Bordeaux, Lyon e Paris.

Professor Telles, o primeiro educador de Alpinópolis

Ilustração de uma escola de primeiras letras
Fonte: Contreras (1895)

Na Ventania, fundada em 1779, apesar das reformas implantadas pelo Marquês de Pombal – que expulsou os jesuítas do Brasil (1759), então responsáveis pela educação no território nacional – os moradores recebiam, basicamente no formato de catecismo, lições oferecidas pelos membros do clero atuantes no local, principalmente os padres da Diocese de São Paulo, da qual o arraial fez parte até 1900. A história da educação em Alpinópolis se resumiu a essas instruções rudimentares, ministradas por religiosos, por quase 70 anos. A primeira escola do arraial foi estabelecida em 1850 com a chegada do professor Telles.