Monthly Archives: dezembro 2015

Menores incendeiam casa de idoso na zona rural de Alpinópolis

Prédio da Cadeia Pública de Alpinópolis

Quatro menores foram apreendidos pela Polícia Militar durante a madrugada e início da manhã deste sábado (26) depois de terem assaltado e, logo após, ateado fogo na residência de um idoso na zona rural de Alpinópolis. Dois deles haviam deixado a cadeia há menos de uma semana. A casa da vítima ficou totalmente destruída.

ALPINÓPOLIS E SEU ORÇAMENTO PARA INGLÊS VER

EDITORIAL

Assim como na sua casa, onde há que fazer um planejamento para o dinheiro que entre seja suficiente para pagar todas as despesas e garantir a sobrevivência de sua família, no âmbito administrativo municipal a Prefeitura de Alpinópolis deve fazer a mesma coisa e já se prepara para investir os recursos que prevê arrecadar em 2016. Para isso, depende de legislação autorizativa chamada de Lei Orçamentária Anual – LOA. A peça já foi aprovada pela Câmara Municipal e, neste documento, encontra-se definido o modus operandi para o prefeito “gastar” o dinheiro que entrará nos cofres públicos municipais. Pelo menos assim é que deveria ser. Mas infelizmente não é…

Carreta carregada com açúcar tomba próximo ao São Bento

tombamento_caminhão_açucar_alpinópolisPor volta das 11:30h da manhã deste sábado (19) uma carreta  da marca Volvo carregada de açúcar, com placas de Passos/MG, tombou na altura do Km 7 da rodovia MG 446, nas imediações do bairro São Bento, município de Alpinópolis.

17 de Dezembro – Aniversário da Ventania

Há exatos 77 anos, no dia 17 de dezembro de 1938, conquistávamos nossa independência político-administrativa da vizinha e irmã cidade de Nova Resende.

Alpinópolis completa 77 anos de emancipação em 2015

Alpinópolis completa 77 anos de emancipação em 2015

Alpinópolis começou da forma como todo novo município deveria começar. Do início, crescendo com identidade própria e a custa de muito esforço e trabalho duro, sempre almejando construir um lugar digno para que sua valorosa gente habitasse em paz. Mesmo enfrentando vários percalços ao longo de sua história, Ventania foi valente e venceu todos. É certo que existem sequelas que jamais poderão ser endireitadas, mas o alpinopolense segue com obstinação a máxima de Charles Darwin que diz: “não é o mais forte que sobrevive, nem o mais inteligente, mas o que se adapta a mudanças”. Sempre fomos maiores que nossos problemas.

Câmara de Alpinópolis aprova Lei Orçamentária Anual para 2016

A proposta orçamentária para 2016, enviada à Câmara Municipal pelo prefeito Julio Cesar Bueno da Silva, o Júlio Batatinha (PTB), e aprovada na última sessão ordinária, fixa uma previsão de receita e despesa no município da ordem de R$ 39.200.000,00 para o próximo ano. As ações previstas serão financiadas com recursos provenientes de impostos, repasses federais e estaduais, entre outras fontes de receita. Tanto essa quantia quanto a maneira como será efetivamente utilizada estão discriminadas na chamada Lei Orçamentária Anual (LOA) e pressupõe da seguinte forma as aplicações por setor:

quadro_orçamento_pma_2016

Nova troca no comando do Legislativo em Alpinópolis: Noé Bueno é o novo presidente da Câmara

noé_bueno_alpinópolisEm votação realizada na tarde desta segunda-feira (14), no prédio da Câmara Municipal, foi eleito para a presidência da Casa o vereador situacionista Noé Freire Bueno (PTB). É a terceira vez que o comando troca de mãos somente este ano. O novo presidente irá substituir José Acácio Vilela (PSDB), que ocupou interinamente o cargo por 24 dias, substituindo por sua vez o ex-vereador Douglas Brasileiro Freire, o Douglas Tintas (PP), que renunciou no último 20 de novembro.

Presidente da Câmara de Alpinópolis proíbe gastos com diárias e viagens

câmara_alpinópolisO presidente da Câmara Municipal de Alpinópolis, vereador José Acácio Vilela (PSDB), baixou recentemente uma norma determinando a suspensão de diárias e viagens no âmbito do Poder Legislativo local. A justificativa apresentada pelo tucano, que assumiu a menos de um mês após a renuncia de Douglas Tintas (PP) ao cargo, é de que o município passa por uma crise financeira e existe a premente necessidade de cortar gastos desnecessários, preservando assim o erário público.

Pancadaria entre vereador e cidadão marca sessão que votou aumento da conta de luz em Alpinópolis

câmara_alpinópolisA Câmara de Vereadores aprovou, em primeiro turno, um projeto de lei de autoria do prefeito Júlio Cesar Bueno da Silva, o Júlio Batatinha (PTB), que objetiva reajustar os valores da Contribuição de Iluminação Pública (CIP) no âmbito municipal. O reajuste proposto afetará diretamente o bolso do consumidor alpinopolense e, com ele, a prefeitura pretende obter um acréscimo de receita superior a 19,5%, chegando a arrecadar com a contribuição um total de R$ 70.455,00. Alpinópolis conta atualmente com 6.154 unidades consumidoras que permitem uma arrecadação correspondente a R$ 58.954,00 mensais.

Tentativa de furto deixa sacrário da Igreja Matriz de Alpinópolis arrombado

O sacrário, também chamado de santíssimo, teve a cerradura da portinhola danificada e sofreu alguns arranhões. A paróquia comunicou que enviará a peça para restauração.
Sacrário sofreu danos na cerradura da portinhola e alguns arranhões nas laterais. A peça é inteiramente banhada a ouro e está avaliada em aproximadamente R$ 10 mil.

Uma tentativa de furto ocorrida na última quarta-feira, dia 02 de dezembro, deixou a comunidade católica alpinopolense perplexa. Isso porque alguns indivíduos tentaram realizar um furto dentro da Igreja Matriz de São Sebastião e acabaram arrombando o sacrário, objeto considerado sagrado por ser o recipiente onde fica acomodada a eucaristia, ou seja, as hóstias dadas em comunhão aos fiéis católicos.

Servidores da Prefeitura de Alpinópolis ganham na Justiça direito a insalubridade

 

prefeitura_alpinopolisO Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais confirmou a sentença do juiz cooperador da Comarca de Alpinópolis, Roberto Carlos de Menezes, que julgou procedente um pedido de servidores municipais atuantes no serviço de combate a endemias (conhecidos popularmente por “agentes do combate à dengue”), propuseram contra a Prefeitura Municipal de Alpinópolis. Os agentes entraram com uma ação trabalhista reclamando o direito de receber o justo adicional de insalubridade sobre seus vencimentos. Na reivindicação os reclamantes afirmaram que, quando iniciaram suas atividades, recebiam 20% sobre o salário mínimo como adicional de insalubridade e, após a elaboração de um novo laudo técnico, concluiu-se que o adicional deveria ser pago em grau máximo, ou seja, 40% sobre o salário mínimo.