Hospital Cônego Ubirajara Cabral inaugura nova ala

A nova ala conta com quatro apartamentos com acabamento fino.

Na nova ala foram construídos quatro apartamentos com acabamento fino.

A Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Alpinópolis inaugurou, neste mês de setembro, uma nova ala de internação. O evento de inauguração ocorreu já nas novas dependências e contou com a participação da diretoria da irmandade, profissionais da saúde e funcionários do hospital.

Tribunal do Júri realiza dois julgamentos em Alpinópolis

Dois processos penais foram submetidos a julgamento pelo Tribunal do Júri em Alpinópolis recentemente. O juiz Cesar Rodrigo Iotti presidiu as sessões que ocorrem de forma tranquila e dentro do mais absoluto controle.

Câmara nega informações e é denunciada ao Ministério Público

 

Reuniões da Câmara Municipal são gravadas  e informações ficam armazenadas digitalmente.

Reuniões da Câmara Municipal são gravadas
e informações ficam armazenadas digitalmente.

A Câmara Municipal de Alpinópolis foi denunciada ao Ministério Público devido à negativa de disponibilização de informações oficiais armazenadas nos computadores da Casa. A empresa Éolos Comunicação Ltda, editora do jornal/site Tribuna Alpina, enviou ofício solicitando que os arquivos de áudio relativos às reuniões realizadas e gravadas pelo Legislativo, ao qual obteve resposta desfavorável da presidente Sandra Aparecida Carvalho Nascimento, a Sandra do Nequinha (PSD)

ELEITA NOVA DIRETORIA DA SANTA CASA DE ALPINÓPOLIS

O antigo dirigente Herculano José dos Reis, o Dunda, ao lado do novo provedor Sebastião Sandre Angelo, o Tião Capeta.

O antigo dirigente Herculano José dos Reis, o Dunda, ao lado do novo provedor Sebastião Sandre Angelo, o Tião Capeta.

Em votação tranquila foi eleita, no dia 23 de setembro de 2014, a nova diretoria da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia de Alpinópolis.  A eleição contou com chapa única e os dirigentes para a nova gestão já foram empossados. O novo provedor do hospital é Sebastião Sandre Angelo, o Tião Capeta, que pelos próximos anos estará à frente dos trabalhos administrativos da entidade, juntamente com os demais membros recém eleitos. 

Protesto de estudantes marca comício de Cássio Soares em Alpinópolis

Cássio Soares cercado pelos manifestantes durante o comício.

Cássio Soares cercado pelos manifestantes durante o comício.

A maratona de comícios de candidatos buscando os votos do povo alpinopolense teve um início, no mínimo, incomum nesta  campanha eleitoral de 2014. O primeiro a ser realizado na cidade foi o do deputado estadual Cássio Soares (PSD) e ficou marcado por um protesto realizado por estudantes dos cursos técnicos de Furnas. Ao som dos muitos foguetes  que pipocaram durante este barulhento comício, os manifestantes exibiram faixas e cartazes, estampados  com palavras de protesto, contra a decisão anunciada recentemente pelo Governo de Minas de não promover a abertura de novas turmas para os cursos regulares de administração e eletrotécnica da Escola Estadual de Furnas. O protesto ocorreu durante o comício deste candidato, pois, segundo informações prestadas pelos próprios manifestantes, o deputado havia se comprometido a auxiliar na resolução do problema junto à Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE) e, no final das contas, mostrou-se omisso.

DOUTOR RAFAEL FLORA MALZONE

Praça Matriz em 1957, época em que Dr. Malzone clinicava em Alpinópolis.

Praça Matriz em 1957, época em que Dr. Malzone clinicava em Alpinópolis.

Dr. Malzone, natural de Nova Resende, médico formado em Curitiba-PR, veio para Ventania em 1926 a chamado do farmacêutico Antônio Anacleto Rezende. Foi morador do casarão de Francisco Quirino dos Reis, hoje pertencente aos familiares de Albertino Gonçalves dos Reis, em cuja frente havia uma grande paineira. Antes, porém, se hospedou na “Pensão da Sá Chica Pedreira”. Foi ele quem trouxe o primeiro rádio para Ventania. Durante a Revolução de 1930, colocava o rádio na janela e o povo, sentado na grama, ouvia as notícias debaixo da paineira.

SITUAÇÃO DO DEPÓSITO DE LIXO DE ALPINÓPOLIS

 

Depósito de lixo municipal precisa ser regularizado segundo a Lei 12.305/2010

Depósito de Lixo Municipal precisa ser regularizado segundo a Lei 12.305/2010

O prazo para que os municípios acabem com os depósitos de lixo irregulares e passem a armazenar os resíduos sólidos em aterros sanitários terminou no início do mês de agosto, mas até agora menos da metade das cidades brasileiras conta com esta destinação adequada. O governo federal não pretende prorrogar o prazo, mas de acordo com a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, uma ampliação pode ser discutida no Congresso Nacional. 

Prefeitura entrará em financiamento de R$ 1 milhão e 500 mil

Pá-carregadeira e ônibus adquiridos por meio de financiamento   de R$ 1 milhão e 800 mil, feito junto ao BDMG em 2013. Foto: Divulgação PMA

Pá-carregadeira e ônibus adquiridos por meio de financiamento
de R$ 1 milhão e 800 mil, feito junto ao BDMG em 2013.
Foto: Divulgação PMA

Foi aprovado pela Câmara Municipal de Alpinópolis o PL nº 20 de 05 de agosto de 2014, de autoria do prefeito Julio Cesar Bueno da Silva, o Julio Batatinha (PTB), que autoriza a prefeitura financiar junto à Caixa Econômica Federal até o montante de R$ 1 milhão e 500 mil.

UM ALPINOPOLENSE NO MINISTÉRIO DA SAÚDE

tezinho_ministeriosaude

José Rodrigues Freire Filho, o Tezinho, provavelmente é o alpinopolense com maior e mais aprofundado conhecimento em gestão pública na área da saúde que já atuou em nossa cidade. Trabalhou no Departamento de Saúde da Prefeitura de Alpinópolis entre os anos de 2005 e 2013 e, atualmente, ocupa o cargo de consultor técnico no Ministério da Saúde, atuando dentro do Departamento de Gestão da Educação na Saúde (DEGES), setor responsável pela definição e desenvolvimento de políticas relacionadas à formação de pessoal da saúde, tanto no nível superior como no nível técnico-profissional.

O COMÉRCIO DOS VOTOS EM ALPINÓPOLIS

voto comprado ventania

Os primeiros prefeitos alpinopolenses não foram eleitos pelo povo e sim nomeados. Isso porque a emancipação se deu durante a Ditadura Vargas, época em que os mandatários municipais eram indicados por interventores federais ou governadores estaduais. A primeira eleição por aqui foi realizada no dia 23 de novembro de 1947, com chapa única, por meio de um acordo político que elegeu como prefeito o Dr. Luiz Introncaso Filho (PTB) e como vice Horácio Pereira Damásio (UDN). Devido a divergências administrativas, cerca de três meses depois, o novo prefeito renuncia e assume o vice. Esse imbróglio causa uma reviravolta no cenário eleitoral alpinopolense e propicia a formação de duas representações partidárias fortes: o Bloco do PSD e o Bloco da UDN, que ficaram conhecidas respectivamente como PIMENTA e JILÓ e, por incrível que pareça, permanecem vivas até hoje. Desde então esses dois blocos políticos se alternam no comando da cidade e fazem o que podem (e o que não podem) para tomar ou manter o poder.